Das crises contemporâneas

à respiração consciente

Vivemos uma acumulação de crises, formando uma crise estrutural, uma metacrise. Uma crise, no sentido clássico, tem fases: um início, um desenvolvimento e, enfim, a cura ou a morte (a decisão). Nossa situação é inédita. Ninguém sabe (ou quer acreditar no que sabe) o desfecho dessa meta crise. O que se observa é que todos os eventos repercutem diretamente em cada um de nós, em nossas mentes e nossos corpos. Para podermos manter o equilíbrio, torna-se urgente e imprescindível cultivar a respiração consciente, uma atenção plena ao que acontece ao nosso redor e dentro de nós.

 

A respiração é o suporte ideal para restabelecer, em um segundo, o contato com a situação vivida. Ela também, imediatamente nos conecta a tudo que é vivo, dentro e fora de nós. Por quê? Porque como foco de nossa atenção, ela age no corpo e na mente simultaneamente. Nossa mente deixa, portanto, de se autoalimentar com pensamentos, julgamentos ou críticas que distorcem nossa percepção das situações. Nosso corpo se alivia. As tensões relaxam. Torna-se, assim, possível criar as bases de uma ação mais justa e eficaz.

Todas as atividades propostas aqui envolvem essa postura ética e prática; um olhar duplo que pretende abraçar as grandes tendências globais de nosso mundo e, ao mesmo tempo, as nossas realidades pessoais e interpessoais mais concretas.

Vivemos tempos desafiadores para o entendimento e a ação e, por isso, precisamos de muita boa vontade para enfrentá-los.

 
 
Perfil_edited.png
  • Facebook
  • Instagram

Ludovic Aubin

Sociólogo

Doutor em sociologia (IEDES-Paris 1 Panthéon-Sorbonne, 2012). Especializado nas relações entre conflitos, crise contemporânea e desenvolvimento sustentável.

 

Foi professor na Universidade Católica em Angers (França) de 2002 a 2010 e facilitador com diversos públicos de profissionais (professores, enfermeiros.as) de 2003 a 2010.

Mora e trabalha no Brasil desde 2010. De 2010 a 2015, trabalhou com vários centros de capacitação brasileiros. Desde julho de 2020, é pós doutor pela UFPE (PPGS-LAERURAL, Capes/PNPD). Pesquisou e ensinou sobre as temáticas de agroecologia, permacultura e sustentabilidade.

Essa trajetória pode parecer atípica (da gestão de conflitos à agroecologia). Porém, ela segue um mesmo fio, guiada por uma curiosidade e um encanto diante do nosso mundo, ao mesmo tempo trágico e maravilhoso, procurando entender as várias formas de conflitos que surgem entre humanos, por um lado e existindo entre os seres humanos e os não humanos, por outro lado.

Além disso, pratica a meditação desde 1998 na tradição do Thich Nhat Hanh cujo ensinamento principal é baseado na respiração consciente para voltar ao aqui e agora. Essa atitude de atenção plena (mindfulness) permite observar o que acontece dentro e fora de nós com mais lucidez, sem julgar, momento após momento, com uma curiosidade bem intencionada a fim de agir de forma mais adequada.

Nossos serviços

- Prevenir e gerir os conflitos.

- A violência nas sociedades contemporâneas.

- Onde estamos? Entender melhor nossa sociedade para melhor se situar.

- Sociedades contemporâneas, sustentabilidade e Antropoceno.

Os conflitos entre pares (colegas, irmãos, familiares) podem ser os mais difíceis de lidar. A mediação é uma solução. 

Sua organização precisa de um olhar externo para diagnosticar situações? Propomos serviço de consultoria para ajudar a identificar o problema e implantar soluções, trabalhando as relações humanas.

Formato de 90 a 120 minutos sobre a temática dos cursos. Convida seus colaboradores a parar, respirar, refletir sobre as temáticas do nosso mundo atual.

 

DEPOIMENTOS

Eu enfrentava um problema crônico em meu trabalho, um amigo sugeriu o curso e resolvi fazer. Como era um caso bem grave, se eu errasse na estratégia, agravaria o problema. Então fiz o curso e nele aprendi a fazer o DESC, um método incrível para solucionar conflitos que considera os diversos desdobramentos, avaliando ações, sentimentos, impactos, consequências, riscos, enfim um método com análise profunda do caso. Se eu fosse resolver da forma que resolvia anteriormente meus conflitos, teria gerado inimizades, várias, mas seguindo as orientações do Ludovic, resolvi o conflito sem esse efeito colateral. Resolvi de forma assertiva, harmônica e eficaz. Fiquei muito feliz pelos resultados que gerou em minha vida pessoal e profissional. Consegui resolver um problema que me atingia, atingia meus colegas e atingia a organização onde trabalho. Indico!

— Erika Aleixo,

Funcionária Pública

 
 
Contate-nos

Obrigado pelo envio!